Bem vindo ao site do MPGAP

Aqui voce vai encontrar infomes e noticias sobre defesas, eventos, lançamento de editais, resultados de processos seletivos e alguns links úteis.

Desde 2014 informações sobre a produção técnica e os projetos do MPGAP passaram a ser registradas na Plataforma Sucupira, da CAPES, e que permite acesso público. Conheça mais sobre o MPGAP e veja informações atualizadas no link https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/

Na Amazônia Legal brasileira, existem 310 unidades de conservação federal e estaduais e 430 terras indígenas, todas em diferentes estágios de implementação (dados de outubro de 2009). Juntas, elas correspondem a mais de 50% do território da Amazônia. O numero de áreas protegidas na região continua aumentando, e sua gestão é um desafio transnacional.

O mestrado profissional em Gestão de Áreas Protegidas da Amazônia, proposto pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - INPA e construído em parceria com a Escola Latino americana de Áreas Protegidas – ELAP da Universidade para a Cooperação Internacional da Costa Rica – UCI e com apoio da Agência de Cooperação Técnica Alemã - GTZ, visa atender uma demanda crescente e urgente de qualificação de mão de obra para realizar a tarefa de cuidar destes espaços protegidos na Amazônia.

Esta gestão deve necessariamente ser multidisciplinar, e exige a colaboração entre diferentes instituições, cobrindo aspectos da economia, legislação, administração, e desenvolvimento local, que complementem a experiência em biologia, planejamento, gestão financeira, engenharia florestal e de pesca, agronomia, e ecologia, e ajudar os gestores a realizar a articulação, facilitação e execução do processo de gestão.

Organização

Objetivo Geral

O curso visa formar gestores ambientais, com foco específico na gestão de unidades de conservação da Amazônia, buscando qualificá-los e inseri-los no panorama global da conservação para que possam agir de forma determinante como gerentes, líderes, técnicos e educadores nos processos onde atuarem.

Objetivos Específicos

1. Formar profissionais para atuar na planificacao e gestão integral de áreas protegidas e no desenvolvimento sustentável de seus entornos.

2. Incorporar na gestao os aspectos globais da conservação incluindo as Convencoes de Rio e os processos emergentes consequencia das mudanças climaticas, que marcam as políticas, enfoques e estratégias gerais para uma gestão dos recursos naturais adaptadas aos novos paradigmas.

3. Dotar o estudante de conhecimento das ultimas técnicas e ferramentas que lhe permita um desempenho eficiente no campo, aplicando os enfoques e conceitos que exige a gestao moderna das áreas protegidas.

Infraestrutura

O curso estará sediado nas instalações de estacoes e reservas do INPA. Em 2010-2011, o curso aconteceu na Reserva Adolpho Ducke, uma área protegida federal de 10.000 hectares pertencente ao INPA, localizada às margens da AM-010, distante cerca de 30 km do centro da cidade de Manaus, no Amazonas. Em 2012-2013, o curso estara sediado na Estacao de Silvicultura Tropical, distante 50 km de Manaus, na BR 174. Ambas estacoes possuem energia elétrica, água encanada, serviço de rádio e acesso limitado à internet e telefones celulares.

Suas instalações contemplam sala de aula/auditório com capacidade para 50 pessoas, dormitórios coletivos com capacidade para 40 pessoas; banheiros masculinos e femininos, uma cozinha com espaço-refeitório com capacidade para 60 pessoas e lavanderia.

As disciplinas ocorrerão parcial ou totalmente nas reservas do INPA, no campus principal, em Manaus, e no Mosaico do Baixo Rio Negro (incluindo o Parque Nacional de Anavilhanas, Parque Nacional do Jau, RDS do Rio Negro, Parest Rio Negro setor norte e sul), e na Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Uatumã. A cada ano a possibilidade das visitas tecnicas e avaliada pelos gestores das diferentes areas, ficando condicionada a autorizacao das visitas.

Go to top Menu