Programa de Pós-Graduação em Humanidades, Culturas e Artes

Avisos

PPG em Letras e Ciências Humanas tem novo nome: Humanidades, Culturas e Artes

Em atendimento à observação apontada na Ficha de Avaliação que aprovou o Curso de Doutorado “Letras e Ciências Humanas”, da Universidade do Grande Rio – UNIGRANRIO, na 156ª Reunião do CTC-ES/2014, apresentamos o novo nome do Programa e dos Cursos Mestrado e Doutorado – “Humanidades, Culturas e Artes”. Esta nova denominação está em consonância com a proposta aprovada e atende às demandas da comunidade acadêmica, bem como ao perfil das pesquisas realizadas pelo Corpo Docente e Discente. Deste modo, o conceito de Humanidades abrange um amplo campo do conhecimento e favorece diálogos com outras áreas em perspectivas interdisciplinares. A ideia de Culturas perpassa as Áreas de Concentração e as Linhas de Pesquisa dos Cursos de Mestrado e Doutorado. As Artes possibilitam um entendimento maior de diferentes manifestações, que inclui, mas não se restringe às Letras."

Programa de Pós-Graduação em Humanidades, Culturas e Artes (INTER-HUMANITAS)

 

O que é o INTER-HUMANITAS?

 

O INTER-HUMANITAS é um Programa de Pós-Graduação na Área Interdisciplinar da CAPES, que oferece cursos de Mestrado e Doutorado.

Em 2008, surgiu o Mestrado em Letras e Ciências Humanas que, ao longo de seis anos, formou diversos mestres atuantes na academia e no mercado de trabalho. Além do Mestrado, será lançado, no primeiro semestre de 2015, o Doutorado.

O Programa INTER-HUMANITAS conta, atualmente, com 20 docentes altamente qualificados, com sólida experiência e produção científica. O Programa atende alunos de formações diversas, que desenvolvem, principalmente, projetos nas áreas de Ciências Humanas e Sociais.

 

O Corpo Docente do Programa

 

O Inter-Humanitas tem um corpo docente diversificado em áreas de atuação diversas por sua característica Interdisciplinar. Pesquisadores das áreas das Artes, Educação, Literatura, História, Linguística, Teologia, Matemática, Cinema, Comunicação, Sociologia, Filosofia e Direito, completam o quadro de jovens e experientes professores dos Cursos de Mestrado e Doutorado do Programa.

 

MESTRADO

 

Área de Concentração:

Discurso, Cultura e Formação Humana

 

LINHAS DE PESQUISA

 

I - Gênero, Etnia e Identidade – Reuniram-se nesta linha estudos sobre gênero e gerações, sobre o corpo, sobre as tradições oriundas das relações entre etnias latino americanas e africanas. Acolheram-se também, os novos estudos das africanidades, das religiosidades formadoras do construto cultural diverso que sobrevive nos espaços vivenciados por estudantes e pesquisadores acolhidos no Programa. Esses estudos permitem construir fundamentos teóricos e ferramentas instrumentais para formação e desenvolvimento de identidades profundas entre gerações e ressignificar a noção de cidadania.

 

II- Educação, Linguagem e Cultura – Nesta linha estão agregados estudos compartilhados entre ciência, literatura e arte mediadas neste grupo, por diferentes meios de produção e divulgação. Esse campo beneficia-se do desenvolvimento de tecnologias e ferramentas, em materiais de ensino e em propostas para novas profissões. A interdisciplinaridade nesta linha permite operações combinadas entre áreas do saber (biologia, matemática, química e física) no desenvolvimento do pensamento lógico e na produção textual dos estudos das línguas, da linguística e da virtude crítica dos discursos. Também se agregam nessa linha os estudos relativos aos espaços urbanos e suburbanos em interações e conflitos e nas temporalidades desiguais e simultâneas existentes no vivido.

 

III- Representação da Historicidade, Memória e Discurso – Nesta linha os trabalhos voltam-se à recuperação das vozes dos sujeitos que portam conhecimentos e saberes oriundos de oralidades antigas e de narrativas das experiências, que se constituem elas mesmas em epistemologias, por serem únicas e necessárias ao reconhecimento do outro. Decorrentes de práticas sociais diversas, de organizações sociais múltiplas, esse conjunto revela discursos intolerantes e representações que libertam ou subordinam o pensamento crítico às hierarquias sociais. Finalmente nesta área inserem-se as práticas de políticas públicas de pesquisas que ao estudar as desigualdades abrem possibilidades de inclusões daqueles que por necessidades especiais desafiam o Programa a construir novas formas de inclusão.

 

DOUTORADO

 

Área de Concentração:

 

Letras, Ciências Humanas e Sociais: Corpo urbano, legado histórico, legitimidades e direitos

 

LINHAS DE PESQUISA:

 

I - Discursos, Controles Sociais e Ressignificações

 

A base desta linha está centrada na análise dos diferentes tipos de discursos existentes na vida social para deles depreender: 

 

a) a presença de estereótipos, preconceitos, autoritarismos relativos aos vários grupos sociais existentes na cidade/região; 

 

b) as variações e formas impressas que atuam na opinião pública e se manifestam nas práticas cotidianas;

 

c) a relação entre emissão e recepção de modos de expressão que transparecem nas críticas e controles sociais; 

 

d) os exames de discursos institucionais e suas repercussões junto às comunidades;

 

e) processos de negociações discursivas, levando-se em conta: adaptações, incorporações, alterações de gêneros narrativos.

 

 

 

II - Diversidades culturais, espaciais e temporalidade

 

Nesta linha, pretende-se considerar a dinâmica urbana com vistas às relações entre espaço e tempo, levando em conta o processo de produção, aceitação e recusas culturais. Assim, serão consideradas:

 

a) Análises de aspectos conflitantes da abordagem das diversidades instaladas nos processos culturais existentes nos conglomerados humanos, os legados tradicionais e a relação com a modernidade; 

 

b) Sob a perspectiva interdisciplinar, verificar como tais manifestações transparecem nas cidades, elas mesmas constituídas a partir dos deslocamentos populacionais; 

 

c) As temporalidades dos sujeitos e dos fluxos que a compõem; 

 

d) Construir suportes metodológicos e ferramentas para as investigações sobre diversidades sociais.

 

 

 

III - Narrativas, Práticas Sociais e Poder

 

Objetiva-se, nesta linha, gerar mecanismos analíticos capazes de permitir exames das tipologias de poder e de “empoderamento” dos sujeitos sociais em disputa por reconhecimento e direitos, assim busca-se: 

 

a) Estudos das diversas variações narrativas existentes, abrindo oportunidades de exames de manifestações da cultura material e imaterial;

 

b) A análise crítica da produção de relatos orais e escritos, literatura, arte em geral, visando a percepção do impacto sobre modos constitutivos de poder; 

 

c) O exame dos discursos políticos existentes nas diversas práticas sociais e tradições intangíveis;

 

d) Análise da dinâmica discursiva na constituição do poder local. 

 

 

 

Pagina 1 de 3

Menu